O que é a modelagem 3D? Entenda seus tipos, aplicações e melhores softwares

o que é modelagem 3d

A melhor resposta para o que é modelagem 3D é que ela é uma técnica de criação e representação de objetos tridimensionais em um ambiente virtual. 

Isso significa que artistas e designers usam softwares especializados para construir modelos 3Ds que simulam a realidade.

É desta maneira que eles visualizam e manipulam formas complexas, texturas, iluminações e movimentos.

E as mais diversas indústrias possíveis sabem o que é modelagem 3D e as usam com frequência, como o setor de jogos, arquitetura, engenharia, design de produtos, cinema e animação.

Isso porque essa modelagem possibilita a materialização  de suas ideias e a criação de cenários virtuais realistas.

E se você tem interesse em entender em mais detalhes do que é modelagem 3D, os seus principais tipos e como ela pode ser aplicada, basta seguir a leitura desse artigo conosco!

O que é a modelagem 3D?

A modelagem 3D é uma técnica para criar objetos tridimensionais virtuais em um computador.

Atualmente, existem diversas maneiras de criar modelos 3D, sendo a mais usada é por meio de softwares de modelagem em que você pode criar e manipular objetos em um ambiente virtual.

Com esses programas você tem na palma da sua mão uma variedade de ferramentas que possibilitam a criação de formas e adicionar detalhes, como cores e texturas aos seus objetos.

Além disso, quando falamos sobre o que é modelagem 3D, é fundamental citarmos que o primeiro passo para criar esses objetos é usando impressora 3D, pois ela é o primeiro passo para tornar qualquer modelagem real.

Ou seja, você deve criar um modelo digital tridimensional de um objeto que você quer imprimir antes de enviá-lo para uma impressora 3D. 

Leia também: 6 dicas valiosas para você ganhar dinheiro com impressora 3D

Quais são os principais tipos de modelagem?

Na sequência, apresentamos a você os principais tipos de modelagem para que você entenda melhor o que é modelagem 3D. Acompanhe.

– Topologia e retopologia

A topologia e retopologia são dois tipos de modelagem que tornam mais claro o que é modelagem 3D, pois são comumente usados na área para descrever diferentes abordagens no processo de criação de modelos tridimensionais. 

A topologia diz respeito à estrutura e ao fluxo da geometria de um modelo 3D. 

Ou seja, ela é a organização dos vértices, arestas e faces que compõem o objeto, sendo extremamente importante uma vez que ela afeta diretamente o desempenho, a eficiência da renderização e a capacidade de animação do modelo.

Uma topologia adequada também facilita a aplicação de texturas, a modificação do modelo e a criação de animações, caso necessário. 

Isso torna comum ajustar a topologia durante o processo de modelagem, refinando e otimizando o modelo à medida que avança.

Já a retopologia é o processo de reformular a topologia de um modelo existente. 

Isso é útil quando você precisa otimizar um modelo para reduzir a contagem de polígonos, melhorar a eficiência ou ajustar a estrutura para atender a certos requisitos.

Na prática, a retopologia geralmente envolve criar uma nova malha 3D com uma topologia mais limpa e adequada, mas que ainda mantém a forma e os detalhes essenciais do modelo original. 

– UV Map

Quando você aplica uma textura a um objeto 3D, é necessário determinar como a textura será esticada e ajustada em cada face ou superfície do modelo. 

É nessa hora que as coordenadas UV entram em cena para especificar como a textura será mapeada em relação aos vértices e arestas do modelo, permitindo que a textura se ajuste corretamente à forma do objeto.

Ou seja, as coordenadas UV são um sistema 2D que representa uma malha plana que corresponde ao objeto 3D. 

O “U” representa a coordenada horizontal e o “V” representa a coordenada vertical, similar ao sistema de coordenadas X e Y em um plano 2D. 

Assim, cada vértice no modelo é associado a uma coordenada UV que determina qual parte da textura será exibida nessa área.

Um bom UV Map é essencial para assegurar que as texturas sejam exibidas de forma precisa e realista em um modelo 3D. 

Ele também facilita a pintura digital, o uso de materiais complexos e a aplicação de efeitos especiais nas superfícies do modelo.

– Renderização

Por fim, para tornar ainda melhor a compreensão de o que é modelagem 3D, apresentamos a você a renderização.

Essa é uma etapa essencial no processo de criação de modelos 3D, no qual o modelo é transformado em uma imagem final ou em uma animação visualmente impressionante e realista. 

Trata-se, portanto, do processo de calcular e gerar as imagens finais a partir do modelo 3D, levando em consideração a iluminação, sombras, texturas, materiais e outros efeitos visuais.

A renderização é um processo intensivo em termos de computação e pode levar bastante tempo,especialmente para cenas complexas ou animações de alta qualidade. 

Por isso, é comum usar render farms (grupos de computadores conectados em rede) para acelerar o processo de renderização, distribuindo a carga de trabalho entre vários computadores.

Como a modelagem 3D pode ser aplicada?

Como a modelagem 3D pode ser aplicada?

A modelagem 3D pode ser aplicada para desenvolver inúmeros produtos, como da área da engenharia, automotiva, saúde, industrial, arquitetura, design, jogos e entretenimento. 

Além de produtos físicos, é possível criar objetos e convertê-los em vídeos e imagens através da renderização 3D, criando representações foto realistas para aplicativos de comércio eletrônico, vendas e marketing. 

Principais softwares usados para modelagem 3D?

Agora que você já sabe o que é modelagem 3D, conheça os principais softwares usados para colocá-la em prática:

  • Blender
  • Fusion 360
  • 3ds Max
  • SketchUp

Resinas para modelagem 3D: qual utilizar?

Ao explicarmos o que é modelagem 3D, não podemos deixar de falar sobre quais as resinas você deve utilizar para esse processo.

Quanto a esse assunto,  destacamos que antes de adquirir uma resina é preciso que você leve em conta o tipo de impressora 3D que você usará, além do comprimento de onda do feixe UV que ela gera.

É comum que esse valor seja de 405 nm (nanômetros), mas você deve verificar sempre antes de finalizar a compra, pois existem alguns modelos de impressora 3D que usam 350 nm a 410 nm.

Tendo em mente essas duas características, você já consegue encontrar uma resina capaz de atender às suas necessidades.

No mais, lembre-se que o ideal é ter uma máquina de cura que use o mesmo comprimento de onda da impressora 3D, pois desta forma você tem as máximas propriedades mecânicas que cada material oferece.

Modelagem 3D: confira os principais cuidados

Modelagem 3D: confira os principais cuidados

Por fim, para encerrar nossa explicação sobre o que é modelagem 3D, apresentamos os principais cuidados que você deve ter neste processo, como:

  • certificar-se que a topologia está limpa;
  • usar os materiais certos para limpar peças 3D de resina;
  • controlar a densidade poligonal;
  • checar a geometria;
  • fazer testes de visualização e renderização.

Conclusão

Agora você já está por dentro de o que é modelagem 3D e sabe como esse processo é uma ótima maneira para dar vida a ideias e criar mundos virtuais.

No mais, lembre-se que para dominar as técnicas de modelagem, é fundamental ficar de olho em alguns pontos, como iluminação, texturização e quais resinas você pode usar em caso de impressão do seu projeto.