Impressão 3D em resina: o que é, vantagens e equipamentos

Impressão 3D em resina

A impressão 3D em resina é muito utilizada tanto por amadores, quanto por indústrias de pequeno a grande porte.

A tecnologia é altamente utilizada, pois apresenta muitas vantagens em relação às impressoras de filamentos, como altos níveis de detalhamento, precisão e uma boa velocidade de impressão.

Neste artigo, vamos fazer um guia completo que te explica qual é a diferença dos tipos de impressoras, como elas funcionam e quais são as marcas de impressoras 3D em resina mais populares do mercado.

Se você quer começar a entender sobre o tema, ou então quer aprofundar os seus conhecimentos na tecnologia, acompanhe este texto.

Boa leitura!

O que é impressora 3D de resina?

A impressora 3D em resina consegue imprimir modelos físicos à base de resinas fotopolímeras.

Antes de iniciar a nossa explicação, é relevante explicar qual é a história desse modelo.

A primeira impressora 3D do mundo foi criada em 1984, por Chuck Hull, fundador da 3D Systems. Muitos não sabem, mas a primeira máquina foi de resina.

Em resumo, na época, ele desenvolveu a tecnologia capaz de solidificar as resinas com luz ultravioleta, tecnologia esta chamada de estereolitografia, mas claro, bem menos moderna e profissional.

A impressora 3D de resina, trata-se então de uma máquina que conta com uma cuba para resina líquida fotossensível, e que emite feixes de luz LED ultravioleta camada por camada, a fim de endurecer a resina e criar um modelo 3D.

Existem dois tipos de impressora 3D em geral, que são aquelas compatíveis com filamentos e aquelas compatíveis com resina.

O diferencial da impressora 3D de resina é que ela é capaz de garantir uma maior qualidade na impressão em detrimento do modelo de filamentos.

Os componentes mais populares e essenciais de uma impressora 3D de resina são:

  • filme FEP;
  • cuba/tanque de resina;
  • tampa de acrílico para reter e bloquear a luz UV;
  • tela LCD UV;
  • trilhos lineares para movimento Z;
  • visor ou tela sensível ao toque;
  • placa de construção.

Impressão SLA, DLP e MSLA (LCD): entenda a diferença

Impressão SLA, DLP e MSLA (LCD): entenda a diferença

Existem, popularmente, três tipos diferentes de impressoras 3D em resina. Conheça como são

SLA

A impressora 3D SLA, também chamada de estereolitografia, é o tipo mais comum e popular de impressora de resina. Ela funciona com o auxílio de uma luz UV em laser, que é aplicada, ponto a ponto, na camada da resina, fazendo com que ela endureça.

A luz é aplicada em um padrão específico, de acordo com o formato do modelo que deve ser produzido.

Geralmente, a tecnologia SLA é utilizada para produzir peças menores.

DLP

A tecnologia DLP (Digital Light Processing) é bem semelhante à SLA, mas ao invés do uso de lasers, há o uso de uma superfície de projeção digital.

Isso significa que, diferente do uso do laser em apenas um ponto por vez, a tecnologia DLP pode imprimir uma camada inteira de uma só vez.

Portanto, trata-se de um modelo em que a impressão ocorre de forma mais rápida.

MSLA/LCD

A tecnologia MSLA/LCD utiliza uma fonte de luz ultravioleta que vem dos LEDs de uma tela LCD. A tela LCD funciona como uma máscara, por isso, inclusive, é utilizada a nomenclatura MSLA (masked SLA).

É uma opção que possibilitou que a impressão 3D em resina fosse mais acessível, pois os componentes desse modelo são mais baratos.

Contudo, esse tipo de impressora 3D possui uma vida útil menor em comparação à uma impressora DLP, além de necessitar também de mais manutenção.

Como funciona a impressão em resina?

A impressão 3D em resina funciona, basicamente, com uma fonte de luz ultravioleta capaz de solidificar a resina. A luz é direcionada a cada nova camada impressa, até que o objeto tridimensional é finalizado.

O processo de produção funciona da seguinte forma:

  1. um projeto em 3D deve ser feito por meio de um software específico, geralmente em arquivo STL;
  2. depois, você deve preparar a impressora com insumos, deixá-la regulada e então iniciar a execução do arquivo;
  3. a impressão começa a acontecer;
  4. quando a peça estiver pronta, é necessário realizar uma cura final com luz ultravioleta ou luz solar direta, sendo essa última opção dentro de um recipiente com água.

O que imprimir na impressora de resina?

As impressoras 3D de resina são conhecidas por serem menores e logo produzem peças menores. Além disso, elas são ideais para produzir objetos melhor detalhados, de superfície mais suave e melhor acabamento.

Diversos objetos podem ser impressos com a resina. Inclusive, existem resinas para impressão 3D específicas para cada tipo de objeto tridimensional.

O uso mais geral de impressoras 3D de resina é a produção de brinquedos e esculturas.

Contudo, em um âmbito mais industrial, diversas outras coisas podem ser impressas, como:

  • peças para engenharia: feitas com base em resinas de alto impacto, flexíveis e resistentes;
  • modelos dentários: são capazes de auxiliar no estudo da anatomia bucal de pacientes, facilitando assim procedimentos e cirurgias;
  • joalheria: a impressão 3D é utilizada para criar modelos de forma mais rápida e assim os profissionais da área testam antes de produzir com algum metal.

De qualquer forma, é impossível limitar as produções da impressão 3D em resina apenas em um tópico, pois há muitas possibilidades a serem exploradas.

O que é impressão FFF e como funciona?

A impressão FFF ou FDM é aquela que tem como material principal os filamentos. Basicamente, uma extrusora quente derrete os filamentos e então a mesa ou o bico extrusor se movimenta a fim de formar cada camada do objeto.

A impressão 3D em filamentos apresenta uma resolução consideravelmente menor do que a impressão 3D em resina.

O acabamento da peça feita em uma impressora FFF é também pior em comparação ao realizado em uma peça em resina.

As melhores impressoras para impressão 3D em resina

Diversos modelos de impressoras 3D em resina podem ser encontrados no mercado nacional.

Os modelos mais populares são:

  • Impressora 3D Halot One da Creality;
  • Impressora 3D Halot Sky da Creality;
  • Impressora 3D Halot Max da Creality;
  • Impressora 3D Halot Sky da Creality
  • Impressora 3D MARS ELEGOO;
  • Impressora 3D SATURN ELEGOO;
  • Impressora 3D Sonic MEGA 8K Phrozen;
  • Impressora 3D Anycubic.

Ainda, é necessário conhecer as melhores resinas para impressão 3D. No momento, sem dúvidas, as resinas de maior qualidade são da Monile.io.

A Monile.io produz resinas UV para impressoras DLP/MSLA. É possível encontrar resinas de fonte renovável, engenharia, impressão rápida, odontologia e muitas outras aplicações.

Além disso, a Monile.io produz resinas de acordo com a necessidade da sua aplicação.

Conclusão

A impressão 3D em resina pode ocorrer a partir de três principais tecnologias: SLA, DLP e MSLA.

A diferença entre os três tipos está na fonte de luz, que é capaz de realizar a cura da resina.

Se você gostou deste artigo, leia também: “Problemas com impressão 3D: saiba quais são e como evitá-los”.

Para ler mais conteúdos e dicas relevantes sobre impressão 3D em resina, acompanhe o nosso blog!

One Response

  1. […] separamos como evitar os principais erros da impressão 3D de resina. Portanto, […]

Comments are closed.