Resina 3D Dental: o que é, como funciona e vantagens para odontologia

tudo sobre resina 3D denta

Resina 3D Dental: o que é, como funciona e como escolher a melhor

A resina 3D dental é fabricada exclusivamente para o uso odontológico, possibilitando o desenvolvimento de protótipos e moldes dentários.

Por conta do uso na indústria odontológica, a resina 3D dental precisa ser biocompatível, pois pode ser utilizada em contato com o  corpo humano.

O uso da impressão 3D na odontologia é uma novidade que tem cada vez mais se popularizado, pois oferece maior liberdade de produção para as clínicas.

Neste artigo vamos te explicar o que é a resina 3D dental, bem como os seus principais tipos e aplicações. Portanto, acompanhe o texto e boa leitura!

Resina 3D dental: o que é?

A resina 3D dental é uma resina fabricada para impressão 3D de peças odontológicas.

Sendo assim, ela possibilita a produção de peças diversas, com as características necessárias para cada aplicação.

Um ponto em comum da maioria das resinas odontológicas é que elas são biocompatíveis, ou seja, são aceitas pelo corpo humano tranquilamente.

Além disso, as resinas dentais precisam ser altamente resistentes, logo que podem substituir os dentes ausentes de um paciente.

Existem resinas 3D dentais para diversos tipos de impressoras 3D, como SLA/MSLA/SLP/LCD/DLP.

Como funciona a resina 3D dental: entenda

como funciona a resina 3D na odontologia

A resina 3D dental é formulada de modo a garantir uma alta precisão de impressão, permitindo assim produção de peças sem falhas e bastante fiéis ao modelo desenvolvido no computador.

Sendo assim, elas possibilitam que laboratórios e consultórios odontológicos fabriquem rapidamente diversas peças odontológicas biocompatíveis.

A resina 3D dental é geralmente composta de cerâmica e outros componentes resistentes para que a prótese seja flexível e densa.

Além disso, as resinas precisam ser mais resistentes ao desgaste, logo que podem ser utilizadas na produção de dentes artificiais, por exemplo.

A impressão 3D com resina tem muitas utilidades para a odontologia. 

Os modelos em 3D podem ser impressos apenas para fins de estudos, análises e testes.

Além disso, a resina pode ser impressa para realizar:

  • restaurações: as restaurações buscam devolver dentes ausentes ou então os recompor por problemas diversos como cáries, traumas e desgaste;
  • próteses: as próteses fixas ou móveis também podem ser produzidas por impressoras 3D. Além disso, os dentistas conseguem produzir moldes para testes antes da produção final;
  • cirurgias: as cirurgias odontológicas podem ser beneficiadas pela resina 3D dental, principalmente para impressão de biomodelos para estudo da anatomia do paciente;
  • implantes: os implantes, que são peças metálicas colocadas nos ossos da mandíbula ou da maxila para alocação de dentes artificiais, também podem ser auxiliados pela impressão 3D, pois ela facilita testes e até mesmo a confecção dos dentes postiços (próteses);
  • fabricação de moldes: os moldes podem ser altamente explorados para permitir testes e análises de acordo com a anatomia do paciente; 
  • alinhadores: os alinhadores fazem parte do tratamento ortodôntico. São peças transparentes que se encaixam perfeitamente nos dentes para o realinhamento do sorriso. Essas peças podem ser produzidas por meio da impressão 3D.

Tipos de resina para impressão 3D: como escolher?

Existem alguns tipos de resina para impressão 3D, e por isso é importante selecioná-los corretamente para o uso adequado.

Na odontologia, por exemplo, não é possível utilizar uma resina comum, para usos mais simples, como a impressão de peças plásticas convencionais.

As resinas 3D dentais precisam apresentar qualidade, resistência e biocompatibilidade. Afinal, existem materiais que podem ser rejeitados pelo corpo humano.

Na hora de escolher um tipo de resina, é importante se atentar a alguns pontos.

Primeiramente, a embalagem deve estar lacrada devidamente. Também é importante que a embalagem seja opaca, de modo a preservar as propriedades da resina.

O odor da resina também é uma característica que se deve levar em consideração, logo que ela pode ser bastante forte, em alguns casos.

Existem diversos tipos de resina, como:

  • resina standard;
  • resina avançadas;
  • resina resistente a temperaturas elevadas;
  • resina composta;
  • resina de fonte renovável.

No entanto, alguns modelos são especiais para a odontologia. Em geral, as resinas mais utilizadas para fins odontológicos são:

  • resinas de modelo;
  • resinas para provisórios;
  • resinas biocompatíveis;
  • resinas calcináveis;
  • resinas definitivas biocompatíveis;
  • resinas laváveis com água.

De acordo com a peça que será produzida, é possível utilizar um modelo específico de resina. 

Isso significa que a maioria das resinas odontológicas respeitam as características de biocompatibilidade, flexibilidade, precisão e resistência.

No entanto, para usos específicos é necessário buscar um modelo mais adequado.

Uma resina para guiar cirurgias de implante dentário, por exemplo, deve ter como característica a biocompatibilidade e alta resistência mecânica, podendo ser esterilizada facilmente.

Como imprimir diferentes tipos de resinas 3D dental?

como imprimir resina 3D dental

A impressão de resinas 3D dentais funciona a partir, primeiramente, da retirada de molde da arcada dentária do paciente.

Com essas imagens, um profissional acessa um software e então constrói a peça em 3D para que seja enviada para impressora.

É importante que nesse processo a precisão seja altíssima, justamente para que não aconteçam erros e, por consequência, desperdício de resina.

As configurações da impressora precisam estar adequadas ao que é pedido pela fabricante da resina.

Por fim, o projeto em 3D é enviado para a impressora, que então imprime (fabrica/produza) peça odontológica.

Qual a resina 3D dental mais resistente?

A resistência da resina 3D dental é relativa. Na hora de selecionar uma resina para um projeto odontológico, é preciso verificar se ela serve para a sua aplicação.

Sendo assim, não é recomendável apenas investir em uma resina mais resistente se esta não for ideal para a peça que você precisa.

Portanto, tire suas dúvidas com a fabricante da resina para não errar na compra.

Principais vantagens da resina 3D dental

As principais vantagens que a resina 3D oferece para a odontologia são várias.

Ao utilizar a tecnologia da impressão 3D, as clínicas e laboratórios odontológicos se destacam em detrimento aos seus concorrentes.

As resinas possibilitam que diversos procedimentos sejam feitos com maior precisão e segurança, logo que moldes para testes e experimentação podem ser produzidos facilmente.

Isso torna também o trabalho mais produtivo, ao passo que a impressão 3D permite que o trabalho seja executado sem encaminhamentos para laboratórios.

A Monile.io é uma fabricante de resinas 3D para impressoras DLP/MSLA.

Em seu catálogo, é possível encontrar resinas de fonte renovável, de engenharia, de impressão rápida e personalizadas.

Além de poder formular uma resina especial para o seu negócio, a Monile ainda conta com alguns modelos úteis para odontologia.

Conclusão

As resinas 3D para odontologia costumam ser biocompatíveis e com alta resistência mecânica.

Elas servem para facilitar testes e estudos, como também para aplicações diretas no paciente.

De qualquer forma, é importante investir no modelo de resina correto. Afinal, é perigoso utilizar uma resina que pode prejudicar a saúde do paciente.

Se você gostou deste artigo, leia também: “Problemas com impressão 3D: saiba quais são e como evitá-los”

Confira o nosso blog para ler mais conteúdos relevantes sobre impressão 3D!