Problemas com impressão 3D: saiba quais são e como evitá-los

problemas com impressão 3D quais são

Problemas com impressão 3D podem ocorrer, causando prejuízos seja pela perda de tempo ou pela perda de filamento ou resina.

Pessoas que manipulam impressoras 3D podem passar por problemas bem como pessoas que utilizam impressoras comuns, mas claro que mais complexos.

É importante conhecer quais são as causas e as soluções para problemas com impressão 3D.

Por isso, neste artigo vamos te apresentar os principais erros desse tipo de impressão e como solucioná-los.

Acompanhe o texto e boa leitura!

Principais vantagens da impressão 3D

Antes de começar a te explicar sobre os principais erros de impressão 3D, vamos primeiramente apontar os motivos pelos quais o uso dessa tecnologia é benéfico para diversos segmentos.

Veja as principais vantagens da impressão 3D:

Velocidade

Quando comparamos outras formas de produção de peças gerais, a impressão 3D se destaca. Trata-se de uma fabricação muito mais ágil e, consequentemente, mais eficiente.

Um modelo complexo pode ser elaborado por meio de softwares no computador e então facilmente enviado para impressão, o que leva poucas horas.

Para produções industriais, a impressão 3D é um pouco mais lenta, mas de todo modo ainda é mais veloz do que uma fabricação convencional.

Fabricação facilitada

Para fabricar objetos em uma impressora 3D é muito mais simples do que fabricar de forma tradicional.

Os designers podem desenvolver um projeto e então enviar diretamente para a máquina, que imprime o objeto rapidamente.

A produção tradicional é mais dependente de outros colaboradores, logo que processos como usinagem, soldagem e pintura precisam ser administrados.

Custo-benefício

Os custos que envolvem uma produção 3D são basicamente para manutenção da impressora, para a mão de obra e para a compra de materiais (resinas ou filamentos).

Os gastos para a máquina permanecer funcionando são mínimos quando ela é manipulada com cuidado. A energia costuma ser parecida à de um computador.

Os materiais da impressora 3D podem ser mais caros, mas os preços dependem muito de qual material será utilizado.

Por exemplo, ao optar por resinas, existem algumas opções que podem ser selecionadas, desde as resinas mais básicas até aquelas utilizadas para peças resistentes de engenharia.

Quanto à mão de obra, ela não costuma ser muito cara logo que a máquina precisa apenas de um ou dois operadores. A maior parte do trabalho é feito automaticamente.

Redução de custos e erros

Ao produzir uma peça tradicionalmente, a produção de um molde pode levar muito tempo e até mesmo custar caro.

Com a impressão 3D, basta utilizar um filamento ou resina de qualidade mais baixa para produzir um protótipo de seu projeto.

Caso o molde seja impresso como foi idealizado pelo designer, o investimento no material definitivo pode ser feito.

Maior personalização

erros de impressão 3D

A impressão 3D possibilita a produção de peças personalizadas. Tanto é que, inclusive, ela é utilizada, por exemplo, para produzir próteses parciais, que devem ser adequadas ao paciente.

Um exemplo desse uso também pode ser uma campanha da Adidas, de 2015, na qual foram lançados tênis chamados Futurecraft 4D, produzidos de acordo com a pisada de cada pessoa, com tecnologia 3D.

É interessante comparar esse fator em detrimento a outros processos de fabricação. A personalização é possível em várias produções, mesmo não 3D.

Contudo, é preciso gastar mais materiais do que com auxílio de uma impressora 3D, onde só basta alterar a geometria no computador.

Sustentabilidade

Em produções tradicionais, é comum que os materiais sejam moldados a partir da retirada de resíduos excedentes. Isso resulta em uma maior produção de lixo.

A impressão 3D costuma reduzir tal produção. Geralmente, apenas os suportes precisam ser retirados. Os ajustes na peça em si são bastante pequenos, logo que a máquina busca imprimir o melhor resultado possível.

Principais problemas de impressão 3D: saiba como evitá-los

 

como solucionar erros na impressão 3D

Abaixo vamos listar os principais problemas de impressão 3D para que você possa entender como resolvê-los.

Confira:

Suportes que não aderem à plataforma

Os suportes são fundamentais para impressão 3D. O problema com a aderência do suporte na plataforma de impressão é notado ao final do processo. Por conta desse problema, a peça final não é modelada corretamente.

Geralmente, a causa para este problema pode estar na insuficiência da exposição das camas de base, no desnível da plataforma, na quantidade de resíduos no tanque ou até mesmo em problemas no FEP.

Para solucionar essa adversidade, é possível aderir algumas ações, como:

  • ajustar o tempo de exposição das camadas;
  • realinhar a tela de LCD entre a plataforma;
  • limpar o tanque;
  • preparar a resina corretamente;
  • verificar se o FEP está esticado.

Impressão é finalizada mas nenhuma peça é produzida

Tal problema pode ocorrer por uma série de fatores, inclusive alguns semelhantes aos citados anteriormente.

Pode ser que o tempo de exposição das camadas de base seja insuficiente e então é preciso aumentá-lo. Cada tipo de resina pede um tempo de exposição, então é preciso segui-lo.

A impressora pode estar descalibrada, principalmente quando a máquina não possui esse ajuste automático. Utilize uma folha de papel entre a tela LCD e a plataforma de impressão, de modo a conseguir a medida z=0.

Ajuste as duas estruturas de modo com que o papel possa ser retirado facilmente, mas certifique que ele está tocando a plataforma.

Outras duas causas podem ser na tela de LCD, que pode estar queimada, como também na temperatura do ambiente.

Se for com a tela, será necessário trocar por uma nova. Já sobre a temperatura, é preciso notar se a resina não se encontra muito fria, pois isso pode fazer com que o seu endurecimento seja inadequado na impressão.

A temperatura para impressão 3D com resinas deve ser mais quente.

Impressão sem detalhes

A impressão sem detalhes é bastante comum, e geralmente ocorre por conta de um tempo de exposição alto nas camadas normais. Portanto, diminua o tempo de exposição das camadas normais.

Caso ainda haja a formação de fragmentos no tanque, é preciso diminuir o tempo de exposição das camadas de base.

Apenas os suportes estão sendo impressos

Quando somente os suportes são impressos e a peça não, é necessário se atentar à aderência da peça com os suportes.

O contato entre a peça principal e os suportes é bastante sutil para não prejudicar no acabamento final. Por isso, devido à movimentação da máquina, os suportes podem não se conectar à peça.

Nesse sentido, é possível adotar as seguintes medidas:

  • investir em resinas flexíveis;
  • aumentar a densidade dos suportes para melhor sustentação da peça principal;
  • regular o tempo de exposição das camadas normais, geralmente o aumentando levemente;
  • aumentar a espessura dos suportes;
  • redesenhar a posição da peça, para que o suporte seja menor.

A Monile.io é uma empresa fabricante de resinas de alta qualidade para impressão 3D.

Dentre os produtos de seu catálogo, é possível encontrar resinas de fonte renovável, engenharia e impressão rápida.

Além disso, a companhia produz resinas personalizadas para aplicações específicas.

Conclusão

Os principais problemas de impressão 3D, sobretudo com resinas, foram apontados no decorrer deste conteúdo.

Vale ressaltar que, além dos cuidados já explicados anteriormente, é necessário realizar a lavagem e a cura adequada da resina para que o acabamento final seja perfeito, evitando problemas quanto ao grude ou trincadas nas peças.

Caso tenha gostado deste artigo, leia também: “Resinas para impressão 3D: como escolher o melhor material”.

Acesse o nosso blog para acompanhar mais conteúdos relevantes sobre resinas e impressão 3D!

One Response

  1. […] Se você gostou deste artigo, leia também: “Problemas com impressão 3D: saiba quais são e como evitá-los”.  […]

Comments are closed.