Tipos de resina: saiba quais são e seus principais usos

tipos de resina

As resinas são substâncias que podem ser naturais ou sintéticas. Os diferentes tipos de resina podem ser utilizados em diversas aplicações, como por exemplo na impressão 3D.

Muitas das resinas são produzidas naturalmente pelas árvores, mais especificamente por células presentes nos troncos.

Geralmente, as resinas são produzidas como uma resposta a algum tipo de “ameaça” à árvore, como danos nos galhos e presença de insetos.

Neste artigo, vamos te explicar o que são as resinas e os principais tipos existentes.

Para saber mais sobre o tema, acompanhe a leitura!

O que são as resinas?

As resinas são substâncias naturais, produzidas por árvores, ou produzidas em laboratório e, por isso, sintéticas.

Elas são conhecidas por serem viscosas e capazes de serem moldadas. Por isso, os usos são diversos.

Além disso, elas podem passar por alterações, com a adição de óleos e ácidos carboxílicos. Sendo assim, são alteradas de modo a se adequar com a sua aplicação final.

Nas árvores, as resinas são capazes de evitar o ataque de insetos invasores e proteger cortes. Outro fato interessante é que elas contém terpenos, substâncias conhecidas por emitir um odor capaz de atrair animais que comem insetos herbívoros.

As resinas também apresentam algumas características. Veja algumas:

  • não são solúveis em água;
  • costumam endurecer (oxidar) ao encontrarem oxigênio;
  • são fundamentais para a vida das plantas;
  • podem ser convertidas em polímeros.

Os diversos avanços tecnológicos permitiram com que as resinas pudessem ser produzidas em laboratório. É o caso das resinas para impressão 3D.

As resinas, além de serem transformadas em estruturas rígidas, também são bastante utilizadas como impermeabilizantes e na formulação de tintas, sobretudo no ramo da pintura industrial.

É importante ressaltar que as resinas são objeto de estudo constante, logo que podem ocasionar um certo desequilíbrio no ecossistema, tanto pelo desmatamento ou pela exploração de fontes não renováveis.

Hoje existem algumas alternativas de resinas menos danosas ao meio ambiente, como as resinas vegetais.

Resina natural X Resina sintética: entenda a diferença

Resina natural X Resina sintética: entenda a diferença

As resinas naturais são aquelas obtidas por fontes vegetais. O exemplo mais básico, já citado anteriormente, é a resina produzida pelo tronco de algumas espécies de árvores.

Esse tipo de resina pode receber um tratamento para que se adeque às principais aplicações atuais.

No entanto, é importante ressaltar que esse tipo de resina precisa ser produzida com alguns cuidados sustentáveis. Afinal, a produção pode causar problemas de desmatamento.

A produção planejada, com projetos de reflorestamento, pode ser uma boa alternativa para esse tipo de resina.

As resinas sintéticas, por sua vez, são aquelas formuladas em laboratório, a partir de fontes não renováveis, como o petróleo.

A primeira resina sintética a ser produzida foi a resina fenólica, considerada o primeiro polímero termorrígido fabricado para comercialização em larga escala.

O responsável pelo desenvolvimento da resina fenólica foi Leo Baekeland, conhecido como o pai do plástico, em 1907.

Como funcionam os tipos de resina para impressão 3D?

Os tipos de resina para impressão 3D são formulados de modo a atender as necessidades da peça final.

Isso quer dizer que, se uma resina serve para produzir objetos comuns, ela não deve ter tantas características de alta resistência, por exemplo.

Por outro lado, se a peça a ser impressa será para algum componente de engenharia, a resina precisa apresentar alta resistência mecânica.

Outro exemplo podem ser as resinas 3D odontológicas, que são formuladas muitas vezes para o uso de guias cirúrgicas, por exemplo.

Por esse motivo, essas resinas são feitas de materiais biocompatíveis, ou seja, elas devem ser bem aceitas pelo corpo humano, evitando qualquer dano.

Tipos de resina na impressão 3D: conheça os principais

Conheça os principais tipos de resina usados na impressão 3D e os seus usos mais comuns:

Resinas para impressão 3D na odontologia 

As resinas para impressão 3D são utilizadas na odontologia para o desenvolvimento de protótipos e moldes.

As principais características desse tipo de resina é a biocompatibilidade, a resistência mecânica e a flexibilidade.

Elas podem ser utilizadas para imprimir restaurações, próteses, guias cirúrgicos, implantes, moldes e alinhadores.

As resinas para impressão 3D mais utilizadas para odontologia são:

  • resinas para provisórios;
  • resinas de modelo;
  • resinas biocompatíveis;
  • resinas calcináveis;
  • resinas laváveis com água;
  • resinas definitivas biocompatíveis.

Resinas para engenharia

As resinas para engenharia são conhecidas por apresentarem características de alta resistência mecânica, térmica, elétrica e química.

Elas são formuladas muitas vezes por materiais condutores e isolantes, com alta rigidez, estabilidade e elasticidade.

Alguns exemplos de resinas para engenharia são:

  • resinas flexíveis;
  • resinas que simulam propriedades de outros polímeros como PP, Nylon;
  • resinas de dureza;
  • resina de resistência ao impacto;
  • resinas flexíveis (simulando borracha e silicone).

Resinas de uso geral

As resinas de uso geral para modelismo servem para impressões convencionais, ou seja, menos exigentes.

Por isso, as propriedades desse tipo de resina 3D são menos complexas. 

As resinas de uso geral podem ser:

  • resinas standard;
  • resinas de modelo;
  • resinas de alta resistência ao impacto;
  • resinas 4k;
  • resinas de baixo custo;
  • resinas de fonte renovável.

Dúvidas frequentes sobre tipos de resinas

Veja as respostas para dúvidas frequentes sobre tipos de resinas:

O que são resinas compostas e onde utilizá-las?

As resinas compostas são formuladas por substâncias orgânicas e reforçadas por vidros, partículas de carga ou cristais.

A união de todos os componentes é realizada pelos silanos orgânicos.

As resinas compostas são consideradas uma grande conquista tecnológica por conta de suas características diversas.

Esse tipo de resina é bastante solúvel e se destaca na preservação de cor. Além disso, elas são resistentes à compressão e flexão, sem deixarem de apresentar boa elasticidade.

O seu uso principal se encontra na elaboração de materiais dentários, sobretudo para procedimentos estéticos e de reabilitação.

São utilizadas em procedimentos como:

  • restaurações diretas e indiretas;
  • selante de fissuras e fóssulas;
  • preenchimento odontológico;
  • reconstruções;
  • facetas dentárias.

Qual é o melhor tipo de resina?

Qual é o melhor tipo de resina?

O melhor tipo de resina depende bastante do uso. No ramo odontológico, por exemplo, a resina composta se destaca.

As resinas de epóxi e de cristal também são bastante utilizadas em diversos ramos.

As resinas fenólicas, por sua vez, são as mais tradicionais e também se encontram em diversos objetos presentes no dia-a-dia.

Para definir o melhor tipo para a sua necessidade é importante consultar especialistas, como os próprios fabricantes.

Qual a resina mais resistente?

Existem muitos tipos de resina e grande parte delas apresentam propriedades de alta resistência.

A resina epóxi é considerada bastante resistente e, quando esse é o fator de busca, ela é a mais escolhida.

Contudo, dependendo da composição da resina, ela pode ser muito resistente. 

Para escolher um produto que seja resistente para a aplicação de seu negócio, busque um produto específico para tal uso.

Por exemplo, caso você esteja buscando resinas para peças odontológicas, invista em um produto formulado para este uso.

Qual o melhor tipo de resina para artesanato?

Duas resinas são ideais para artesanato, sendo elas a resina de epóxi e a resina de cristal.

A resina de epóxi é muito utilizada na produção de móveis, por exemplo, mas podem ser a melhor opção para artesanato por conta de serem propícias para um bom acabamento e bastante resistentes.

A resina de cristal também é uma opção interessante, pois demanda um menor esforço no acabamento. Caso o objetivo seja um artesanato brilhante, opte por esse modelo.

A Monile.io é uma fabricante de resinas para impressão 3D.

Dentre os seus produtos é possível encontrar:

  • resinas de fonte renovável: modelo sustentável e ecologicamente correto. São resinas sintéticas, mas que são produzidas a partir de fontes renováveis;
  • resinas de engenharia: são resinas bastante resistentes e flexíveis, perfeitas para o desenvolvimento de peças de engenharia;
  • resinas de impressão rápida: são resinas que priorizam a impressão rápida em máquinas DPL/MSLA;
  • formulações especiais: tratam-se de resinas produzidas de acordo com a sua aplicação, especialmente pensadas para o seu negócio.

Conclusão

Existem diversos tipos de resinas, adequadas para diversas finalidades, como pintura industrial, impermeabilizantes, embalagens plásticas, artesanato e odontologia.

Os tipos de resina para impressão 3D são diferenciados por suas propriedades, que atendem as necessidades da peça final. 

Para escolher a melhor resina 3D para a sua aplicação, consulte um especialista.

Caso tenha gostado deste artigo, leia também: “Resinas para impressão 3D: como escolher o melhor material”

Acompanhe o nosso blog para conferir mais conteúdos relevantes sobre impressão 3D e usos de resinas!